17
fev
19
fev

Comemoração dos 100 anos da Semana de 22

A Semana de Arte Moderna de 1922 – evento que mudou os rumos da cultura no País e que este ano completa 100 anos – será celebrada pela Secretaria de Cultura de Santos (Secult), entre os dias 17 e 19 de fevereiro, com uma série de atividades no Teatro Guarany (Praça dos Andradas s/nº – Centro Histórico). Reunindo música, cinema e literatura, na ocasião também haverá bate-papos com convidados especiais e exposições. Durante os três dias de programação, integrantes da equipe técnica da Escola de Artes Cênicas Wilson Geraldo farão leituras de poemas de alguns expoentes da Semana de Arte Moderna de 1922, tais como Guilherme de Almeida, Manuel Bandeira, Mário de Andrade, Menotti Del Picchia, Ribeiro Couto e Oswald de Andrade. Será feita também a leitura do Manifesto Antropofágico.

OBS.: Conforme determinação da Portaria Municipal, 18/2021 de 25/10/2021 será obrigatória a apresentação do comprovante de vacinação completo para maiores de 12 anos na entrada do Teatro Guarany. Também será exigida a utilização da máscara durante todo o evento.


Programação:

17/2 (quinta)
- 19h30: Cerimônia de abertura
- 20h: Leitura do Manifesto Antropofágico
- 20h10: Cine Concerto, com os músicos Anselmo Mancini e Maria Emília Paredes, que tocarão rechos de filmes do ‘Cinema Novo’
- 20h30: Leitura de trechos literários de autores da Semana de 22
- 20h35: A importância do compositor Villa-Lobos, com Iury Cardoso
- 21h: Leitura de trechos literários de autores da Semana de 22
- 21h10: Quarteto Caiçara toca Villa-Lobos e Gilberto Mendes

18/2 (sexta)

- 14h: Exibição de curtas metragens sobre a obra de Cândido Portinari, Patrícia Galvão (Pagu), além de histórias da Semana de Arte Moderna de 1922
- 18h25: Leitura de trechos literários de autores da Semana de 22
- 18h30: Exibição do filme ‘Macunaíma’
- 20h45: Leitura de trechos literários de autores da Semana de 22
- 20h50: Bate-papo sobre o filme ‘Macunaíma’, com Márcia Okida e Edson Delmiro, mediação de Raquel Pelegrini

19/2 (sábado)

- 16h: Leitura de trechos literários de autores da Semana de 22
- 16h10: Bate-papo 'Autores da Semana de 22', com Manuel da Costa Pinto e Alessandro Atanes, mediação de José Luiz Tahan
- 19h: Leitura de trechos literários de autores da Semana de 22
- 19h10: Bate-papo '1922, a Semana que nunca acabou', com Marcos Augusto Gonçalves e Flávio Viegas Amoreira, mediação de José Luiz Tahan