Notícias

2/ 03/ 2017

Carnabonde leva multidão às ruas do Centro Histórico

Seguro, divertido e familiar. Dez mil pessoas participaram da 17ª edição do Carnabonde, realizado neste sábado (25), reforçando as marcas de um evento que já faz parte da longa tradição carnavalesca da cidade e que faz parte também da história de vida de muita gente.
 

“Estamos juntos há 18 anos, e participamos do Carnabonde desde o primeiro. Faz parte da nossa da vida”, declarou o funcionário público Adriano Vieira, acompanhado da esposa Adriana Nascimento, que afirmou: “Curtir o carnaval com quem a gente ama é muito mais gostoso”.
 

Além de casais apaixonados, era fácil indentificar grupos formados por famílias inteiras, crianças fantasiadas e idosos esbanjando vitalidade. Umas das mais animadas era a turista carioca, Aristeia Silva Rocha, de 68 anos.
 

Vinda em uma excursão com mais 44 pessoas da capital fluminense, a vendedora se impressionou com esquema de segurança. “Já participei de vários carnavais de rua, e nunca haviam revistado a minha bolsa. Achei ótima a iniciativa. Dá muito mais tranquilidade para quem quer brincar”.
 

Um ‘cinturação’ foi formado em torno da Praça Mauá, local da saída do bonde e palco principal, onde o efetivo de 100 guarda municipais deu apoio aos policiais militares na revista dos foliões e na segurança do público durante a festa.
 

Homenagens
O Carnabonde também foi marcado pela homenagem oferecida pela prefeitura aos fundadores da Banda da Divisa, a pioneira do carnaval santista. Osmar Vieira Filho, Milton Marco de Nicola e Dirceu Vieira receberam diplomas das mãos do prefeito Paulo Alexandre Barbosa e da presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maria Ignez Pereira Barbosa.
 
Logo após a homenagem, o bonde escocês prefixo 32, decorado pelo artista plástico André Leahun com elementos que lembravam o fundo do mar, ‘arrastou’ a multidão pelas ruas do Centro Histórico, ao som das marchinhas. A corte carnavalesca e 29 voluntárias do Fundo Socias de Solidariedade fantasiadas de José Menino também fizeram parte do cortejo, animado pela Orquestra Oscar Guzella. Já no palco da Praça Mauá, os músicos da Zago Art Show não deixaram ninguém parado. 
 
“Acredito que mais uma vez o Carnabonde cumpriu o seu papel, de ser um carnaval para familia e com muita segurança, do jeito que o santista gosta”, avaliou o secretário de Turismo, Rafael Leal.